sexta-feira, 21 de abril de 2017

15 curiosidades sobre o Japão

Não pense você que a Terra do Sol Nascente se resume apenas a sushi,
caratê e videogames! Assista à animação acima e confira uma seleção de
curiosidades interessantes — e que nem todo mundo conhece — a respeito
do Japão!

15 curiosidades que você nem imagina sobre o Brasil



quarta-feira, 29 de março de 2017

O Universo : Grandes , Distantes e Velozes

O programa é feito para trazer as medidas cósmicas para uma escala
terrestre, deixando assim mais compreensível para o cérebro humano todas
essas medidas gigantescas que normalmente estão em Ano-Luz 

AVISOS DA NATUREZA - O MAR DE ARAL

A série Avisos da Natureza: Lições não aprendidas destaca como algumas
invenções, ideias e produtos desenvolvidos pela humanidade ao longo da
história trouxeram consequências negativas para a saúde do ser humano e
para o equilíbrio do meio ambiente. Nesse episódio, o destaque é o
desastre ambiental ocorrido na Ásia Central, resultado do processo de
irrigação das estepes para o plantio desordenado de algodão, que
transformou a região do Mar de Aral em um imenso deserto, gerando sérios
impactos ambientais e sociais.

1918 a 1990 - O desastre do Mar de Aral

O mar de Aral é um lago de água salgada, localizado na Ásia Central,
entre as províncias de Aqtöbe e Qyzylorda (ao norte), e a região
autonoma usbeque de Caracalpaquistão (ao sul). O nome (em português, mar
das Ilhas) refere-se à grande quantidade de ilhas presentes em seu
leito (mais de 1500). Este já foi o quarto maior lago do mundo com 68
000 km² de superfície e 1100 km³ de volume de água, mas tem encolhido
gradualmente desde os anos 1960 após projetos de irrigação soviéticos
terem desviado os rios que o alimentam. Em 2007 já havia se reduzido a
apenas 10% de seu tamanho original, e em 2010 estava dividido em três
porções menores, em avançado processo de desertificação.[1]

A
outrora próspera indústria pesqueira foi praticamente destruída,
provocando desemprego e dificuldades econômicas. A região também foi
fortemente poluída, com graves problemas de saúde pública como
consequência. O recuo do mar também já teria provocado a mudança
climática local com verões cada vez mais quentes e secos, e invernos
mais frios e longos.[2]

Está em curso uma iniciativa no
Cazaquistão para salvar e recuperar o norte do mar de Aral. Como parte
desta iniciativa, foi concluída uma barragem em 2005, e, em 2008, o
nível de água já havia subido doze metros em comparação ao nível mais
baixo, registrado em 2003.[3] A salinidade caiu, e os peixes são
encontrados em número suficiente para tornar a pesca viável. No entanto,
as perspectivas para o mar remanescente do sul permanece sombria, tendo
sido chamado de "um dos piores desastres ambientais do planeta"[4].

O universo submarino


Angola - Independência e Reconstrução

Passados os tempos difíceis, Angola respirou em Paz ao completar 30 anos
de Independência. Angola e China têm há muito relações políticas e
econômicas, mas as culturas nunca se contactaram. Macau tem agora um
papel relevante de plataforma entre os dois países, decorrente da
presença da língua portuguesa.

"Ao Sul" Documentário sobre Angola


terça-feira, 28 de março de 2017

Pangeia e o Continente Europeu


O Homem e a Natureza: Água

Sinopse: Uma jornada à procura de água, um documentário que mostra o que
acontece quando o homem muda o fluxo natural da água e seus impactos na
vida selvagem.

O modo de vida dos povos Pigmeus da África

Os Pigmeus são os povos mais antigos que se tem confirmação em toda a
África. São comumente representados em desenhos animados e filmes
(principalmente os antigos, que detinham um caráter mais
racista/imperialista) pela sua característica única de serem baixinhos e
muito bons guerreiros.
Guardam tradições milenares que lutam para
conservar nos dias atuais, algo que anda meio difícil de se fazer por um
problema enfrentado atualmente devido à algumas resoluções estatais de
vários países africanos.
A matéria especifica-se no povo Bátua, de Uganda, mas existem pigmeus espalhados por toda a África, em especial na Subsaariana.


Conheça os costumes de povos selvagens no meio da Oceania

Conheça os selvagens que vivem na ilha de Papua do Oeste, onde os
costumes são totalmente diferentes aos dos povos ocidentais, como por
exemplo, a prática da mumificação

domingo, 19 de março de 2017

Estados de Independência: a partilha da África.

Documentário produzido pela Al Jazeera, em 2010, por ocasião dos 50 anos da independência de 17 nações africanas.

África no Passado - A HISTÓRIA DO CONTINENTE AFRICANO

Hoje se pergunta muito porque tanta fome e miséria na África. O que não
se sabe porém, do tão pouco que conhecemos da cultura e história da
África, é que a África já foi um dos continentes mais ricos do planeta -
hoje é o mais pobre.
África na Antiguidade África na idade média
exploração da África tráfico de escravos Diula mandinga oió auçá
bakongo mbundo colonialismo colonização na África guerra fria na áfrica
nelson mandela Apartheid cultura ashanti berço da humanidade África
terra do ouro.
culturas banto o passado
rico da África kush cush nubia costa do marfim reino de aksum sudão
ocidental gana mali songai terra do marfim língua africana comércio
africano cartago savana africana....

O Infiltrado no Mundo dos Capitalistas


sexta-feira, 17 de março de 2017

Construindo o Planeta Terra

ÍNDICE

5 BILHÕES DE ANOS ATRÁS (APROX.)
1:40 - Acreção do Planeta Terra

4,5 BILHÕES DE ANOS ATRÁS
4:34 - Impacto Entre Theia e Terra/ Lua

3,9 BILHÕES DE ANOS ATRÁS
7:50 - Bombardeio Intenso por Meteoros /Água

3,8 BILHÕES DE ANOS ATRÁS
11:20 - Formação dos Continentes
12:50 - Substâncias Químicas dão Origem à Vida Unicelular

3,5 BILHÕES DE ANOS ATRÁS
16:17 - Estromatólitos Liberam o Oxigênio na Atmosfera

1,5 BILHÕES DE ANOS ATRÁS
18:36 - A divisão da Crosta Terrestre Forma um Supercontinente, o Rodínia

750 MILHÕES DE ANOS ATRÁS
21:16 - Fragmentação do Rodínia

650 MILHÕES DE ANOS ATRÁS
22:29 - Terra Bola de Neve

540 MILHÕES DE ANOS ATRÁS
29:57 - Explosão Cambriana /Evolução de Vidas Complexas

460 MILHÕES DE ANOS ATRÁS
35:06 - Camada de Ozônio

375 MILHÕES DE ANOS ATRÁS
37:34 - Tiktaalik (Tetrápodes)

300 MILHÕES DE ANOS ATRÁS
39:42 - Sementes
41:47 - Gigantes do Período Carbonífero /Répteis

250 MILHÕES DE ANOS ATRÁS
45:55 - Extinção Permiano-Triássico

200 MILHÕES DE ANOS ATRÁS
54:54 - Triássico/ Dinossauros

190 MILHÕES DE ANOS ATRÁS
57:20 - Deriva Continental (Fragmentação do Pangeia)

65 MILHÕES DE ANOS ATRÁS
1:05:17 - Extinção em Massa no Período Cretáceo/ Extinção dos Dinossauros

47 MILHÕES DE ANOS ATRÁS
1:13:21 - Darwinius masillae
1:16:26 - Cordilheira do Himalaia

4 MILHÕES DE ANOS ATRÁS
1:20:17 - Primeiros Humanos/ Homo erectus

70 MIL ANOS ATRÁS
1:23:27 - Migração Humana

40 MIL ANOS ATRÁS
1:24:52 - Período Glacial

20 MIL ANOS ATRÁS
1:26:41 - Colonização da América

14 MIL ANOS ATRÁS
1:27:26 - Fim do Período Glacial

quinta-feira, 16 de março de 2017

O Mundo Segundo A Monsanto


Lixo - Seleção e Reciclagem


Os impactos do lixo na natureza

Vídeo documentário que mostra os principais impactos ambientais do lixo gerado pela
humanidade nos dias de hoje e tenta encontrar soluções para amenizá-los. O
trabalho é dividido em três partes, sendo a primeira delas focada na produção de
lixo no mundo, exibindo estátisticas gerais, os impactos causados à fauna, flora e aos recursos hídricos do planeta terra das mais variadas formas. Sua segunda parte se dedica à situação do Brasil com relação ao lixo, à reciclagem e alguns dos benefícios de se reciclar o lixo. Já a terceira parte tem
como objetivo indicar as maneiras de se diminuir os danos ao ambiente,
incentivando práticas que começam dentro de sua própria casa, tendo um enfoque mais regional, Barão Geraldo, Campinas.

Redescobrindo a Mata Atlântica

A Mata Atlântica apresenta uma biodiversidade rica e singular, tanto em
termos científicos, quanto em formas e cores, resultado da ação de
milhões de anos de seleção natural. O manto natural verde das montanhas,
com escarpas íngremes, é drenado por vales profundos, formando córregos
e rios, que seguem ziguezagueando em direção ao mar.

O
documentário "Redescobrindo a Mata Atlântica", é uma narrativa visual
que exalta as belezas da Mata Atlântica, tendo como personagem principal
o Muriqui, o maior macaco das Américas. Dentro deste contexto, o
documentário mostra a visão de pesquisadores, professores e estudantes
que participaram do Programa Difusão da Biodiversidade.

O
Programa Difusão da Biodiversidade da Mata Atlântica estimula, em
crianças e adolescentes, o interesse pela ciência da biodiversidade e a
introdução desses jovens em temas relacionados ao conhecimento e
conservação da Mata Atlântica.


Mata Atlântica e os ciclos da vida

A obra apresenta em detalhes a luta pela vida no bioma brasileiro mais
biodiverso e também um dos mais ameaçados do planeta. Um grande
documentário sobre a vida selvagem dos animais na Mata Atlântica e sua
luta pela sobrevivência. Através dos olhos do Macuco, pássaro símbolo da
adaptação e sobrevivência, nós visitamos o restantes da cobertura
original da Mata Atlântica, uma das maiores biodiversidades do planeta.
Imagens inéditas desvendam animais e comportamentos nunca antes
documentados. Esta será uma pequena amostra desta gigante e delicada
teia de interatividade entre fungos, insetos, plantas, répteis, pássaros
e mamíferos em uma úmida e obscura floresta, onde matar significa
sobreviver.

Amazônia: da impertinência à conciliação

Amazônia. Conheça os territórios protegidos criados para preservar a
floresta, as unidades de conservação. Como funcionam, os benefícios que
elas geram e as dificuldades para que cumpram a missão de manter a
Amazônia em pé. E também, algumas atividades que já são feitas pelos
moradores para gerar renda de forma sustentável. Baseado em auditoria
coordenada pelo TCU.

terça-feira, 14 de março de 2017

Via Láctea

Documentário da History que descreve sobre nossa galáxia, abrangendo
extensão, idade, interação com outras galáxias, centro, sistema solar e
várias outras informações muito interessante.

O Universo - Climas Selvagens do Cosmo

O Universo é uma série científica de televisão de 2007 no formato de documentário.
O
termo abordado pelo canal americano History Channel exibe alguns dos
maiores segredos e mistérios do universo, apresentando fatos e teorias
por meio de imagens geradas por computação gráfica, bem como de
depoimentos e análises de renomados cientistas e especialistas nos
campos da cosmologia, astronomia e astrofísica, tais como Alexei
Filippenko e Neil deGrasse Tyson.
O programa também levanta novas
questões como a possibilidade de viagem no tempo e vida fora da Terra, o
mistério das supernovas, universos paralelos, buracos negros e planetas
fora do Sistema Solar.

O Universo - Mercúrio e Vénus Planetas Interiores


O Universo : Catástrofes que Mudaram os Planetas

Os planetas do nosso sistema solar sofreram desastres épicos durante sua
longa história. Agora faremos uma viagem pelo tempo para investigar os
eventos violentos que marcaram profundamente os planetas, incluindo a
própria Terra. Vamos conhecer revelações impressionantes sobre o que
transformou Marte em um deserto árido e hostil e sobre o desastre que
mudou Vênus de um clima temperado a um inferno.

Apocalipse na Terra

Planeta Terra daqui a 250 milhões de anos. O planeta está
irreconhecível. Há somente uma massa de terra, um enorme super
continente com um imenso deserto em seu interior. As áreas litorâneas
estão assoladas com tempestades gigantes. A implacável marcha até este
mundo novo e perturbador ameaça tudo: a geografia, o clima e até mesmo a
própria vida. O planeta Terra pode estar programado para uma
catástrofe...

Planeta Plutão

Especial sobre a sonda espacial New Horizons e sua passagem pelo planeta
Plutão e o Cinturão de Kuiper. Depois de percorrer 5 bilhões de
quilômetros, a sonda terá que atravessar um círculo de apenas 300
quilômetros de diâmetro.

Estamos Sozinhos ?

Stephen Hawking leva um grupo de três voluntários em uma jornada de
descoberta. Ele organiza uma série de desafios para responder algumas
das maiores questões sobre nós mesmos, as perguntas mais importantes que
seres inteligentes podem perguntar: quais são as chances de sermos
apenas uma forma de vida dentre muitas em um magnífico universo vivo?
Saber a resposta colocaria nossa própria existência em contexto – e isso
poderia até afetar nosso destino enquanto espécie. Hawking mostra como é
fácil chegar a algumas incríveis conclusões – se você conseguir entrar
na mente de um gênio.

O que eu sou ?

Enquanto sua épica nova série continua, Stephen Hawking organiza
desafios para três pessoas e tenta fazer com que elas entendam o que
realmente são. Neste episódio, os voluntários são levados a uma incrível
conclusão sobre a natureza da vida.

Onde Estamos

Stephen Hawking leva um grupo de três voluntários em uma jornada de
descoberta. Ele organiza uma série de desafios para ajudá-los a
responder algumas grandes questões sobre o mundo ao nosso redor, e
mostra quão fácil é chegar a algumas conclusões surpreendentes – se você
conseguir entrar na mente de um gênio.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Amianto - Avisos da Natureza - Lições Não Aprendidas (Parte 3)

Episódio da série AVISOS DA NATUREZA: LIÇÕES NÃO-APRENDIDAS, que mostra
como algumas invenções e produtos muito utilizados no século XX
trouxeram conseqüências negativas para a saúde do ser humano e para o
equilíbrio do meio ambiente. Neste episódio, os males causados pelo
amianto, um mineral tóxico que foi descoberto pela indústria da
construção civil há cerca de 100 anos.

Amianto - Avisos da Natureza - Lições Não Aprendidas (Parte 2)

Episódio da série AVISOS DA NATUREZA: LIÇÕES NÃO-APRENDIDAS, que mostra
como algumas invenções e produtos muito utilizados no século XX
trouxeram conseqüências negativas para a saúde do ser humano e para o
equilíbrio do meio ambiente. Neste episódio, os males causados pelo
amianto, um mineral tóxico que foi descoberto pela indústria da
construção civil há cerca de 100 anos.

Amianto - Avisos da Natureza - Lições Não Aprendidas (Parte 1)

Episódio da série AVISOS DA NATUREZA: LIÇÕES NÃO-APRENDIDAS, que mostra
como algumas invenções e produtos muito utilizados no século XX
trouxeram conseqüências negativas para a saúde do ser humano e para o
equilíbrio do meio ambiente. Neste episódio, os males causados pelo
amianto, um mineral tóxico que foi descoberto pela indústria da
construção civil há cerca de 100 anos.

Chumbo Vital - Avisos da Natureza - Lições Não Aprendidas (Parte 3)


Chumbo Vital - Avisos da Natureza - Lições Não Aprendidas (Parte 1)


AVISOS DA NATUREZA - O MAR DE ARAL

A série Avisos da Natureza: Lições não aprendidas destaca como algumas
invenções, ideias e produtos desenvolvidos pela humanidade ao longo da
história trouxeram consequências negativas para a saúde do ser humano e
para o equilíbrio do meio ambiente. Nesse episódio, o destaque é o
desastre ambiental ocorrido na Ásia Central, resultado do processo de
irrigação das estepes para o plantio desordenado de algodão, que
transformou a região do Mar de Aral em um imenso deserto, gerando sérios
impactos ambientais e sociais.

ILHA DE LIXO NO OCEANO!


Lixo?

Você sabe para onde vai o lixo que você produz? Nessa animação, você
conhecerá o ciclo de vida de todos os produtos que consumimos e
descartamos!

Para onde vai o lixo?


sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

A Fábula da Corrupção

Em um armazém de beira de estrada, um homem vive em paz com seus animais
de estimação: o cão vigia a casa, o gato caça os ratos e o jumento é o
meio de transporte. No porão da casa habitam vários ratos que vivem
roubando comida em quantidades tão pequenas que não prejudicam o
negócio, mas a chegada de um rato estranho acaba com a harmonia do
mercadinho.

Curta-metragem financiado via edital com temática
"Luta contra a corrupção: compromisso de todos", pela
Controladoria-Geral da União (CGU) e Escritório das Nações Unidas sobre
Drogas e Crime (UNODC).

HOMEM CONSUMISTA - ANIMAÇÃO


Leitura pessoal - A História das Coisas

Leitura pessoal feita pelo Prof. Dr. Marcos Francisco Martins do
Mestrado em Educação do Centro UNISAL de Americana, a respeito do Filme A
História das Coisas de Annie Leonard.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

A História das Coisas


Desde a sua extração até à venda, uso e disposição, todas as coisas
em nossas vidas afeta comunidades em casa e no exterior, mas a maior
parte desta está escondido da vista. The Story of Stuff é um fast-paced
olhar cheio de fato 20 minutos, na parte inferior da nossa produção e
padrões de consumo. A História das Coisas expõe as conexões entre um
enorme número de questões ambientais e sociais, e nos chama juntos para
criar um mundo mais sustentável e justo. Ele vai te ensinar algo, ele
vai fazer você rir, e ele só pode mudar a maneira como você olha para
todas as coisas em sua vida para sempre.

domingo, 5 de fevereiro de 2017

A Ascensão do Dinheiro - EP6


A Ascensão do Dinheiro - EP5


A Ascensão do Dinheiro - EP4


A Ascensão do Dinheiro - EP3


A Ascensão do Dinheiro - EP2


A Ascensão do Dinheiro - EP1


A Servidão Moderna



A servidão moderna é um livro e um documentário de 52 minutos produzidos
de maneira completamente independente; o livro (e o DVD contido) é
distribuído gratuitamente em certos lugares alternativos na França e na
América latina. O texto foi escrito na Jamaica em outubro de 2007 e o
documentário foi finalizado na Colômbia em maio de 2009. Ele existe nas
versões francesa, inglesa e espanhola. O filme foi elaborado a partir de
imagens desviadas, essencialmente oriundas de filmes de ficção e de
documentários. O objetivo principal deste filme é de por em dia a
condição do escravo moderno dentro do sistema totalitário mercante e de
evidenciar as formas de mistificação que ocultam esta condição
subserviente. Ele foi feito com o único objetivo de atacar de frente a
organização dominante do mundo.




sábado, 4 de fevereiro de 2017

Bophal, Índia - O pior acidente químico do mundo







Bhopal é uma cidade situada no centro da Índia com mais de 1.400.000
habitantes. Ela foi o cenário do maior acidente industrial e químico do
mundo, que ocorreu na madrugada de 02 para 03 de dezembro de 1984.

Nessa
cidade instalou-se uma indústria que produzia pesticidas, visto que era
necessário atender à demanda cada vez mais crescente de alimentos pela
população. Essa fábrica era, na época, da empresa norte-americana Union
Carbide Corporation, que, em 2001, foi adquirida pela multinacional Dow
Química, que se tornou a maior indústria química do mundo.


O Desastre de Chernobyl - Discovery

Sinopse: Há vinte anos, na madrugada de 26 de abril de 1986, o reator
número 4 da usina de energia nuclear Chernobyl explodiu em uma chama de
cores que alcançou mil metros de altura no céu da Ucrânia. O programa O
Desastre de Chernobyl documenta uma batalha autêntica contra o tempo,
que milhares de soviéticos jamais poderão esquecer. Durante os oito
meses posteriores a explosão da central nuclear, 800.000 jovens
soldados, mineiros, bombeiros e civis procedentes de todas as regiões da
antiga União Soviética trabalharam sem descanso para tentar moderar os
efeitos da radioatividade.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Viajando aos Extremos - Islândia: Terra, ar, Fogo e Água

Islândia: terra, ar, fogo e água -- este país europeu, uma ilha ao norte do
continente, é abordado sobretudo pelos contrastes marcantes dos
elementos de sua paisagem natural. Geleiras, gêiseres, cachoeiras e
vulcões compõem um mosaico que expressa a presença de fortes elemento
da natureza. Destaque para a relação entre o aproveitamento energético
que o país faz de seus recursos naturais, sendo que cerca de 80% da
energia elétrica é proveniente de hidrelétricas e 20% de fontes geotérmicas.

Maravilhas da Natureza - A História do Mundo


Mata Atlântica e os ciclos da vida

A obra apresenta em detalhes a luta pela vida no bioma brasileiro mais
biodiverso e também um dos mais ameaçados do planeta. Um grande
documentário sobre a vida selvagem dos animais na Mata Atlântica e sua
luta pela sobrevivência. Através dos olhos do Macuco, pássaro símbolo da
adaptação e sobrevivência, nós visitamos o restantes da cobertura
original da Mata Atlântica, uma das maiores biodiversidades do planeta.
Imagens inéditas desvendam animais e comportamentos nunca antes
documentados. Esta será uma pequena amostra desta gigante e delicada
teia de interatividade entre fungos, insetos, plantas, répteis, pássaros
e mamíferos em uma úmida e obscura floresta, onde matar significa
sobreviver.

Mata Atlântica - Expedições

O programa Expedições desta semana apresenta os perigos enfrentados pela
Mata Atlântica, que, depois de 5 séculos de devastação, foi reduzida a
7% da sua área original.
Localizado em região tropical, o bioma
acompanha a costa atlântica brasileira e concentra uma grande
diversidade de ecossistemas e nichos ecológicos. Arbustos, bromélias e
árvores que abrigam uma variedade fantástica de animais.
Por causa
dessas riquezas, a Mata Atlântica foi explorada ao extremo. As
atividades extrativistas dos colonizadores levaram à quase extinção do
pau-brasil e depois aos ciclos de agricultura: do açúcar, do café e do
gado.
Paula Saldanha e Roberto Werneck documentam a Mata Atlântica em
vários estados brasileiros e trazem uma entrevista com Mário Mantovani,
diretor de mobilização da Fundação SOS Mata Atlântica. A instituição
promove a conservação da diversidade biológica e cultural deste bioma.
"O
que a SOS faz é o que uma organização pode fazer trabalhando em uma
escala de 1 para 50 mil -- mobilizando e monitorando o país como um
todo. Cabe ao poder público, que é responsável pela integridade desses
ecossistemas, dar uma melhorada", reivindica Mantovani.
Expedições
traz um depoimento histórico de Aziz Ab'Saber, grande geógrafo
brasileiro falecido em 2012, que lutou contra os prejuízos para os
ecossistemas do país. E mostra que os sinais de alerta estão aí, que a
Mata Atlântica está no seu limite. E que é preciso reverter o processo
ou essa mata desaparecerá para sempre da face da Terra.

SOS Cerrado

Expedições  faz uma viagem pelo
Cerrado, a savana mais rica em biodiversidade do mundo, e alerta para a
sua degradação. Ocupando ecossistemas bem distintos como o Pantanal, a
Amazônia, a Caatinga e a Mata Atlântica, o Cerrado é o segundo maior
bioma do Brasil.

Com mais de dois milhões de quilômetros
quadrado, o Cerrado abrange os estados de Minas Gerais, Goiás,
Tocantins, Bahia, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí e
Distrito Federal. Além disso, é um imenso reservatório natural de água,
onde se encontra grande parte das nascentes dos rios que alimentam três
das maiores bacias hidrográficas da América do Sul: Tocantins-Araguaia,
São Francisco e Prata.

No entanto, apesar de sua importância para
o Brasil, o Cerrado está sendo rapidamente destruído. A criação
extensiva de gado, as lavouras mecanizadas de soja e de cana-de-açúcar e
a exploração de madeira para a produção de carvão vegetal provocam a
degradação desta savana, que vem se transformando em um vasto deserto.

Nessa
edição de Expedições, a apresentadora Paula Saldanha mostra como a
degradação e o desmatamento desenfreados afetam um dos mais ricos e
importantes biomas brasileiros. Além disso, o programa analisa como a
abundância de água e a riqueza genética do Brasil Central podem
contribuir para mudar a maneira de explorar a região, assegurando a
sobrevivência do Cerrado.

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

O Segredo do Solo


Técnicas de conservação do solo e da água no semi-árido



O solo do semiárido brasileiro em função das constantes secas, da
predominância de solos rasos e cobertura vegetal esparsa corre riscos de
desertificação. A área ameaçada corresponde a quase um milhão de
quilômetros quadrados - o equivalente a mais da metade da Região
Nordeste e ainda o norte de Minas Gerais. Essas características tornam o
solo da região mais vulnerável ao processo de degradação, aliado ao mau
uso do solo nas áreas agrícolas.

O Solo - Parte 2


O Solo - Parte 1


As Nebulosas


Supernovas


Constelações


A caçada por planetas com anéis


O limite do espaço


segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

O estudo do espaço - Novos segredos


O Universo - Mistérios da Lua


O Universo - As Estrelas da Morte


O Universo - Marte: a Nova Evidencia


O Universo - Marte: O Planeta Vermelho


O Universo - A Lua



Sinopse: Ela está tão próxima, e no entanto tão longe. Durante milênios
sua presença trouxe conforto aos homens. Foi um farol para os viajantos
noturnos, um marco temporal para os lavradores e uma referência para os
marinheiros. Em algumas culturas chegou a ser um deus. É o único corpo
celeste já visitado por seres humanos, e hoje a Nasa planeja instalar
uma base permanente lá. Mas como ela surgiu? Como foi o nascimento da
Lua? A resposta é mais espantosa e espetacular que a maioria dos
terráqueos imagina.

O Universo - Colisões Cósmicas


Buracos Negros


Mistérios do Universo - Mundos Estranhos


Hubble - Os Segredos do Universo


O Universo - Universo Líquido


Missão Rosetta



Esta é a história de uma das missões espaciais mais complexas e
ambiciosas já realizadas. 20 anos de fabricação, 10 anos no espaço. Seu
objetivo: entender melhor a origem e a evolução do nosso Sistema Solar e
investigar o papel que os cometas podem ter desempenhado nos primórdios
da vida na Terra. 

Vida no Sistema Solar

Nêmesis a Irmã Gêmea do Sol


Os Monstros Cósmicos


Os fenômenos mais estranhos do espaço


O Império Solar - Limite da Escuridão.


Dentro do Sol


O Sistema Solar


domingo, 29 de janeiro de 2017

7 COISAS INACREDITÁVEIS SOBRE A TERRA QUE VOCÊ NÃO SABIA - Tou Ligado


Onze de setembro - Nerdologia


Armas Nucleares - Nerdologia


Duas Chinas - Nerdologia


Colômbia e FARC - Nerdologia


Tibete - Nerdologia


Oriente Médio - Nerdologia


Mistérios do Fundo do Mar - Nerdologia


Fomos à Lua? - Nerdologia


Colonização Espacial - Nerdologia


Energia - Nerdologia


Buraco Negro - Nerdologia

CENTRO DA TERRA - Nerdologia

Afinal, que formato a Terra tem? - Nerdologia


O JEITINHO BRASILEIRO - Nerdologia


Maioridade Penal - Nerdologia


Falta de água - Nerdologia


Globo Repórter - O Mar da Amazonia


Amazônia - Encontro das Águas


Rio Amazonas


Tudo a Ver : Rio Amazonas


Caminhos da Reportagem - A rotina de trabalhadores rurais



O Caminhos da Reportagem desta semana traça um perfil dos homens e
mulheres que colocam grande parte do alimento que vai para a mesa do
brasileiro. Para fazer a matéria, a equipe do programa foi da região
norte até o sul do país.

Reforma agrária no Brasil



Segundo o Estatuto da Terra, de 1964, o Estado tem a obrigação de
garantir o acesso à terra para quem nela vive e trabalha. Porém, na
prática, essa é uma questão complexa no Brasil. No estúdio do Conexão
Futura, Sérgio Sauer, relator do Direito Humano à Terra, Território e
Alimentação/Plataforma Dhesca; Gustavo Souto de Noronha, superintendente
do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA-RJ); e,
por telefone, Padre Paulinho, coordenador regional da Comissão Pastoral
da Terra (CPT-PA), falam sobre a situação da distribuição de terra no
Brasil e a função social da reforma agrária. Apresentação: Cristiano
Reckziegel.

Reforma Agrária - Canal Futura - Parte 02


Reforma Agrária - Canal Futura - Parte 01


Violência no campo e a questão agrária na Amazônia


Violência no campo e a questão agrária na Amazônia


Questões agrária na Amazônia


Alter do Chão - IMENSO RESERVATÓRIO DE ÁGUA NO SUBTERRÂNEO DA AMAZÔNIA

ALTER DO CHÃO - O maior reservatório subterrâneo d'água doce do Planeta



Enviado em 4 de mai de 2010
A
Região Norte é, sem dúvida, um dos maiores símbolos da riqueza natural
do Brasil. Agora, além de abrigar a Floresta Amazônica e o Rio Amazonas,
ela pode ser conhecida também por possuir a maior reserva mundial de
águas subterrâneas. Um volume equivalente a 29 milhões de Maracanãs
cheios, ou de 35 mil vezes a baía de Guanabara. Essa impressionante
reserva de água, que está guardada no aquífero de Alter do Chão, é hoje
justamente o foco de um dos maiores esforços de estudos já feitos pela
Faculdade de Geologia da Universidade Federal do Pará (UFPA), que
aponta o Aquífero Alter do Chão como o de maior volume de água potável
do mundo. A reserva subterrânea está localizada sob os estados do
Amazonas, Pará e Amapá e tem volume de 86 mil km³ de água doce.

Atualmente,
o maior aquífero do mundo é o Guarani, situado no Paraná. Estudos
mostram que essa formação possui uma reserva de água estimada em 45 mil
km³. Mas os pesquisadores paraenses querem provar que a reserva de água
do aquífero de Alter do Chão é duas vezes maior que a do Guarani, com um
volume que alcançria 86,4 mil km³, (86,4 quatrilhões de litros).

No
caso de comprovação, os benefícios em possuir o maior aquífero do mundo
serão imensuráveis, principalmente para a Amazônia, que já

possui
status valiosos como o maior depósito mineral do planeta, o maior volume
de água doce do mundo e a maior floresta tropical do globo. As águas
amazônicas têm um valor estratégico para o país e para a humanidade que
ainda é pouco compreendido pelos gestores brasileiros, É um absurdo
faltar água na Amazônia.

Estudos mostram que a quantidade de água do
aquífero de Alter do Chão é suficiente para abastecer toda a população
do planeta por pelo menos 400 anos.

AQUIFERO GUARANI

Os riscos da exploração do Aquífero Guarani

O Magnífico Aqüífero Guarani.flv

De olho no Aquifero Guarani


Notícias de uma Guerra Particular - Rio de Janeiro - 1993 à 1998



As imagens contidas neste documentário pode não ser apropriada para alguns públicos , recomenda-se critério.

Notícias
de uma Guerra Particular é um documentário brasileiro de 1999,
produzido pelo cineasta João Moreira Salles e pela produtora Kátia Lund.

O
documentário retrata o cotidiano dos traficantes e moradores da favela
Santa Marta, no Rio de Janeiro. Resultado de dois anos (1997 - 1998) de
entrevistas com pessoas ligadas diretamente ao trafico de entorpecentes,
com moradores que vislumbram esta rotina de perto e policiais, o
documentário traça um paralelo entre as falas de moradores, dos
traficantes e da polícia, colocando todos no mesmo patamar de
envolvimento em uma guerra que não é uma "guerra civil", mas uma "guerra
particular".

O título do documentário de Salles é encontrado no
conteúdo de uma das entrevistas; na fala do ex-capitão do BOPE, Rodrigo
Pimentel. Outras falas importantes presentes nas entrevistas denunciam o
apartheid social em que se encontra a população do Rio de Janeiro, como
de uma autoridade de segurança pública: "(...)a polícia precisa ser
corrupta e violenta, nós fazemos a segurança do Estado, (...) temos que
manter os excluídos sob controle. Vivemos numa sociedade injusta e a
polícia garante essa sociedade injusta (...)"

Baseado em
entrevistas com personagens envolvidos na rotina do tráfico, o filme
contrapõe as falas de criminosos, policiais e moradores do morro Dona
Marta, Rio de Janeiro, e debate a forma como a sociedade lida com a
violência.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

A Era do Plástico

O Caos - O Dia em que a Terra parou



A Terra parou de girar. Ela já não se move a 1.670 quilômetros por hora
na linha do Equador. Nossos dias e noites duram seis meses. Os oceanos
inundam as cidades do norte e do sul, o ar é rarefeito demais para se
respirar, equivalendo a 10mil metros de altura no nível do mar, a
população, tecnologia, economia entra em colapso.

O Caos - O mundo sem petróleo



O petróleo faz o mundo moderno girar, sendo usado em nossos meios de
transporte e na fabricação de uma infinidade de produtos. No entanto, o
que aconteceria se um mundo que depende tanto do petróleo, subitamente
ficasse sem ele?

O Caos - Super população



Há quase 7 Bilhões de pessoas em nosso planeta, mais de 2 vezes o que
havia à 45 anos. Mas o que aconteceria se a população mundial dobrasse
novamente de uma hora para outra? Será que vamos encontrar espaço
suficiente para viver? Comida suficiente para comer? Ar suficiente para
respirar? E água suficiente para beber? Isto que aconteceria se a marca
mundial atingisse 14 Bilhões.

A Servidão Moderna



A servidão moderna é um livro e um documentário de 52 minutos produzidos
de maneira completamente independente; o livro (e o DVD contido) é
distribuído gratuitamente em certos lugares alternativos na França e na
América latina. O texto foi escrito na Jamaica em outubro de 2007 e o
documentário foi finalizado na Colômbia em maio de 2009. Ele existe nas
versões francesa, inglesa e espanhola. O filme foi elaborado a partir de
imagens desviadas, essencialmente oriundas de filmes de ficção e de
documentários.

O objetivo principal deste filme é de por em dia a
condição do escravo moderno dentro do sistema totalitário mercante e de
evidenciar as formas de mistificação que ocultam esta condição
subserviente. Ele foi feito com o único objetivo de ATACAR DE FRENTE A
ORGANIZAÇÂO DOMINANTE DO MUNDO.

Não devemos deixar que o inimigo
nos vença, as antigas discussões de capela no campo revolucionário
devem, com toda nossa ajuda, deixar lugar à unidade de ação. Deve-se
duvidar de tudo, até mesmo da dúvida.

Milton Santos - Por uma outra globalização



"O mundo global visto do lado de cá, documentário do cineasta brasileiro
Sílvio Tendler, discute os problemas da globalização sob a perspectiva
das periferias (seja o terceiro mundo, seja comunidades carentes). O
filme é conduzido por uma entrevista com o geógrafo e intelectual baiano
Milton Santos, gravada quatro meses antes de sua morte.

O
cineasta conheceu Milton Santos em 1995, e desde então tinha planos para
filmar o geógrafo. Os anos foram passando e, somente em 2001, Tendler
realizou o que seria a última entrevista de Milton (que viria a morrer
cinco meses depois). Baseado nesse primeiro ponto de partida o
documentário procura explicar, ou até mesmo elucidar, essa tal
Globalização da qual tanto ouvimos falar."

COMUNISMO ASIÁTICO - CHINA, INDOCHINA E CORÉIA

Abismo Submarino - O Gigante Do Pacífico


O Leito Marinho

Naica - A Caverna dos Cristais


O Encanto do Azul Profundo - Antártica 7



Sinopse: A série explora a biodiversidade e as riquezas naturais da vida
submarina em diversos países do mundo que nos trazem uma experiência
única sobre nosso planeta. Nunca antes a vida embaixo d'água foi filmada
com tanta magnitude. Na última parte da jornada, vamos à Antártica.
Poucos sabem, mas é possível mergulhar nas águas geladas do continente.

O Encanto do Azul Profundo - América do Norte 6



Sinopse: A série explora a biodiversidade e as riquezas naturais da vida
submarina em diversos países do mundo que nos trazem uma experiência
única sobre nosso planeta. Nunca antes a vida embaixo d'água foi filmada
com tanta magnitude. Após uma alta dose de adrenalina, o melhor lugar
para relaxar é a Península de Yucatán, no México. Ali se encontra um dos
maiores sistemas de cavernas do mundo. Os cenotes eram considerados
lugares mágicos para os maias.

O Encanto do Azul Profundo - África 5



Sinopse: A série explora a biodiversidade e as riquezas naturais da vida
submarina em diversos países do mundo que nos trazem uma experiência
única sobre nosso planeta. Nunca antes a vida embaixo d'água foi filmada
com tanta magnitude. As baleias nem sempre são muito amigáveis. Nas
praias a leste da África do Sul, entre os meses de junho a julho, é
possível ver um dos fenômenos mais espetaculares do planeta. Nesta
época, milhões de sardinhas caem em armadilhas montadas por predadores.

O Encanto do Azul Profundo - Europa 4

Sinopse: A série explora a biodiversidade e as riquezas naturais da vida
submarina em diversos países do mundo que nos trazem uma experiência
única sobre nosso planeta. Nunca antes a vida embaixo d'água foi filmada
com tanta magnitude. Em nossa busca por outro gigante marinho, vamos
aos Açores, no extremo oeste da Europa.

O Encanto do Azul Profundo - América do Sul 3



Sinopse: A série explora a biodiversidade e as riquezas naturais da vida
submarina em diversos países do mundo que nos trazem uma experiência
única sobre nosso planeta. Nunca antes a vida embaixo d'água foi filmada
com tanta magnitude. Após a animação inicial pela descoberta de corais,
buscamos uma dose ainda maior de adrenalina subaquática... E nada
melhor para isso do que um encontro com tubarões.

O Encanto do Azul Profundo - Austrália e Oceania 2

O Encanto do Azul Profundo - Ásia 1

Vida nos Recifes

Madagascar - A Ilha Misteriosa



Madagascar é refúgio de plantas e animais que vieram da pré-história.
Eles foram se adaptando às alterações do clima e do tempo, mas mudaram
de maneira diferente. O chefe da expedição está em boas mãos. Ele e a
botânica Lucille Allorge vão enfrentar os caminhos íngremes de
Madagascar. A vegetação já é uma surpresa: como pode crescer apesar da
pouca luz que vem do céu e da escassa umidade do solo?
E os bichos?
Como são originais e parecem excitados com a visita! Lêmures, que são
parentes dos macacos e, sobretudo, os camaleões, acharam na ilha um
refúgio ideal.

Globo Repórter - Ilha da Trindade

Globo Mar - Ilha de Trindade



O Globo Mar esteve em um trecho do Brasil que pouca gente conhece. Ele é
tão longe da costa que só dá para chegar por barco, atravessando e
águas internacionais: as ilhas de Trindade e Martim Vaz. Abastecido por
fragatas da Marinha a cada dois meses, o local é completamente
desabitado, um desafio total para quem tem que chegar lá. Depois de sair
da costa do Rio de Janeiro, a fragata Greenhalgh ganha a companhia de
um helicóptero, que não fica no navio quando este está atracado por uma
questão operacional.A ilha da Trindade fica a quase 1,2 mil quilômetros
do litoral brasileiro. Junto com Martim Vaz, é a fronteira leste do
país, o primeiro pedaço de Brasil para quem vem do Atlântico Sul. Junto
com a tripulação de mais de 200 homens do navio, vão os militares que
irão guardar a ilha pelos próximos quatro meses.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

A Historia da Humanidade - Novo Mundo descobrindo continentes



O poderoso império asteca domina a América Central, mas seu futuro está
ameaçado pelo efeito dominó da chegada de um exército islâmico a
Constantinopla, a 12.000 km de distância, no que é hoje a Turquia.
Devido à invasão deste centro de comércio, e para não perder o acesso às
especiarias e outros insumos, os europeus se apressam a encontrar uma
nova rota para o Oriente. Assim, Cristóvão Colombo chega acidentalmente à
América, e encontra ouro. Em menos de 30 anos os astecas serão
conquistados.

A Historia da Humanidade - Guerreiros Idade das Trevas



Quando Roma foi saqueada pelos bárbaros, a Humanidade ganhava um novo
marco. Era o início da Idade das Trevas. Nesta época, duas novas forças
refazem o mundo. Os Árabes, financiados pela febre do ouro, unem-se sob a
bandeira do Islã. Os Vikings rejuvenescem as cidades da Europa, viajam
para a América e tornam-se cavaleiros cristãos. O palco está preparado
para um choque de civilizações: as Cruzadas.

Viajando aos Extremos - Islândia: Terra, ar, Fogo e Água 25



Islândia: terra, ar, fogo e água -- este país europeu, uma ilha ao norte do
continente, é abordado sobretudo pelos contrastes marcantes dos
elementos de sua paisagem natural. Geleiras, gêiseres, cachoeiras e
vulcões compõem um mosaico que expressa a presença de fortes elemento
da natureza. Destaque para a relação entre o aproveitamento energético
que o país faz de seus recursos naturais, sendo que cerca de 80% da
energia elétrica é proveniente de hidrelétricas e 20% de fontes geotérmicas.

Viajando aos Extremos - Mongólia: das Montanhas às estepes 24



Mongólia: das montanhas às estepes -- a Mongólia é retratada neste
episódio por meio das paisagens e povos tradicionais que vivem em locais
mais afastados, assolados por temperaturas baixas. Destaque para a
hospitalidade e modo de vida de minorias étnicas, muitas ainda adeptas do
nomadismo e vivendo do pastoreio de renas. São enfocadas técnicas
tradicionais desses povos, como a caça com a águia, jogos esportivos de
caráter cerimonial e a existência nessas paisagens de verdadeiros cavalos
selvagens. 

Viajando aos Extremos - O Reino do Butão 23


O reino do Butão -- o grande destaque deste documentário é a cultura
tradicional do Butão. Trata-se de reino budista com população
majoritariamente de agricultores que até pouco tempo atrás não possuía
escolas com educação de modelo ocidental, apenas monastérios para
formação de monges budistas. Além dos aspectos religiosos, o guia local
que acompanha o fotógrafo Art Wolfe destaca o elevado índice local da
chamada Felicidade Nacional Bruta, medida por aspectos relacionados a
governança, economia, cultura e meio ambiente. O Butão é um dos poucos
países ainda muito pouco explorado pelo turismo.

Viajando aos Extremos - México: Baja 22



México: Baja -- documentário que enfoca as paisagens e a vida animal
presente na Baixa Califórnia. Destaque para as formações rochosas e
vegetação cactácea típica das áreas de clima desértico. Os cânions são
explorados de cavalo na busca de pinturas rupestres feitas por antigos
povos locais. Dentre os animais são retratados diversos pássaros, golfinhos
e baleias cinzentas.

Viajando aos Extremos - Ásia Selvagem: Nepal e Índia 21

Viajando aos Extremos - Nova Zelândia 20



Nova Zelândia -- este país é documentado por meio de suas belas
paisagens naturais e pelas tradições do povo local, os maoris. Destaca-se a
simbologia das tatuagens maoris e sua religiosidade com forte tradição na
relação harmoniosa com a natureza. Esse aspecto é relacionado com o alto
percentual de áreas protegidas no país, cerca de um terço do território.

Viajando aos Extremos - África Ocidental: Togo e Benin 19



África ocidental: Togo e Benin -- este episódio sobre dois países da costa
ocidental africana é dedicado aos aspectos culturais e históricos dos
diferentes povos que vivem no Togo e Benin e mantêm práticas tradicionais
em seus modos de vida. É dado destaque a aspectos religiosos, como o
animismo
e o vodu. São exibidas imagens fortes e pessoas se autoflagelando,
vilas e povoados bastante pobres, curiosidades de um mercado
de rua que vende animais para práticas de curandeirismo e pessoas em
transe em rituais com fogo. Em Benin, aborda-se a Costa dos Escravos,
local assim denominado em função do embarque de pessoas que eram
vendidas como escravas para trabalho sobretudo no continente americano,
o colorido das roupas das pessoas no mercado local e um pouco da cultura
islâmica. 

Viajando aos Extremos - Brasil: O Pantanal 18



Brasil: o Pantanal -- o complexo do pantanal brasileiro, marcado pela
dinâmica entre a maior e a menor oferta de água, é retratado por meio da
vida de algumas espécies animais que habitam esse bioma, como as
araras azuis, ariranhas e jacarés e seu uso para a prática da pecuária
extensiva. São exibidas as técnicas tradicionais utilizadas pelos vaqueiros
brasileiros na lida com o gado e feita comparação com o processo que
ocorreu no Velho Oeste dos EUA.

Viajando aos Extremos - Mali: Deserto do Saara 16


Mali: deserto do Saara -- documentário sobre alguns povos que vivem
próximo ou mesmo no Saara. São retratados vilas e povoados pouco
tecnificados, danças e cultura típica. Destaque para a fortaleza Gogol e as
moradias construídas nas rochas, o comércio de sal por meio de camelos
ao longo do deserto do Saara, os tuaregues e berberes, a bela cidade de
Timbuktu e aspectos da cultura islâmica, como as mesquitas.

Viajando aos Extremos - Austrália: Arnhemland e o Platô Kimberly 15


Austrália: Arnhemland e o platô Kimberly -- Neste episódio da série
Viajando aos extremos, são bastante valorizados os saberes e tradições
dos aborígenes australianos. É abordado como usam os ciclos da natureza
na organização de suas vidas e também como aproveitam os recursos
naturais
disponíveis no local onde vivem. Dos elementos da natureza, fazse
referência às aves e a importância das queimadas para a manutenção
da vegetação.

Viajando aos Extremos - Japão: Honshu e Hokkaido 14


Japão: Honshu e Hokkaido -- Neste episódio o Japão é abordado pela
beleza de suas paisagens naturais em inverno carregado de neve. São
retratados o monte Fuji, as flores de cerejeira, macacos e japoneses.
Dentre os aspectos humanos, destacam-se a religiosidade do povo
japonês, diferenciando o xintoísmo do budismo, a arquitetura de seus tradicionais tempos em madeira e iluminado por lanternas artesanais e ritos
da tradição xinto.

Viajando aos Extremos - Etiópia: Vale do Rio Omo 13


Etiópia: vale do rio Omo -- Neste episódio a incursão do fotografo Art Wolfe
acontece na parte sul do vale do rio Omo, Etiópia, para retratar povos que
ainda hoje vivem bastante isolados, por isso quase não apresentam
influência do modo de vida ocidental. Destaque para os povos Karo e
Surma, estes vivendo ainda em áreas mais remota, nas montanhas, e em
razão desse isolamento, muitos de seus habitantes desconhecem a
existência do país onde se encontra sua tribo.

Viajando aos Extremos - Atlântico Sul: Ilha Geórgia do Sul 12



Atlântico Sul: Ilha Geórgia do Sul -- A ilha Geórgia do Sul, localizada
próximo ao continente antártico, é retratada por meio de sua paisagem
natural formada por montanhas, neve e geleiras como cenário para a
grande presença der animais, como pinguins , elefantes marinhos e
albatrozes. Também é abordado o importante papel que a ilha teve no
passado como estação baleeira, retratando os escombros das edificações
onde as baleias, abatidas aos milhares, eram processadas para
exportação.

Viajando aos Extremos - Índia: de Varanasi a Alahabad 11

Viajando aos Extremos - Sudoeste dos Estados Unidos: Zion e Canyon


Sudoeste dos Estados Unidos: Zion e Canyon de Chelly -- Neste episódio
da série Viajando aos extremos, o foco concentra-se nas grandes
paisagens
formadas por erosões fluviais e eólicas em meio ao clima semidesértico
desta parte específica do sudoeste dos Estados Unidos, entre os
estados do Arizona e Utah. Além das formações naturais, há destaque
também para o povo navajo e os registros em rochas feitos por seus
antepassados, os petróglifos e outras artes rupestre.

Viajando aos Extremos - Patagônia: Monte Fitz Roy 9

Viajando aos Extremos - Quênia: Masai Mara e El Karana 8


Quênia: Masai Mara e El Karana -- este episódio é dedicado quase que
exclusivamente à vida animal que se encontra protegida em áreas de
parque e reserva no Quênia, África. Enfoca-se a migração de mamíferos
em razão das estações do ano e a consequente disponibilidade de água e
comida. Dentre os animais, destaque para os hipopótamos, leões e a chita
guepardo.

Viajando aos Extremos - Peru: Manu 7


Peru: Manu -- Neste episódio o Peru é apresentado sobretudo pela
transição entre as paisagens andinas e amazônicas, destacando esta
última e a vegetação e fauna de encostas íngremes. Dentre a fauna local,
são retratados o galo da serra, antas, preguiças, rãs, ariranhas e macacos.
Estabelece-se a relação entre a dificuldade de aproveitamento econômico
das encostas pela agricultura e sua consequente preservação. Destaca-se
o povo Machiguengas vivendo de modo tradicional e em tribos, de modo
similar a alguns povos indígenas brasileiros.

Viajando aos Extremos - Alasca: Refúgio Nacional Ártico da Vida 6


Alasca: Refúgio Nacional Ártico da Vida Selvagem -- O fotógrafo Art Wolfe e
sua equipe de documentaristas voltam ao Alasca para registrar a vida
animal, as paisagens e a população tradicional que encontram no reserva
Arctic National Wildlife Refuge e também em seu entorno. Destaque para a
relação que o povo autóctone local mantém com os caribus (renas) e
também com o ambiente. E em razão da posição geográfica do parque e as
gravações terem ocorrido em pleno verão, a duração dos dias é bastante
longa, aproveitando-se da luz do "Sol da meia-noite".

Viajando aos Extremos - África: Madagascar 5


África: Madagascar - A ilha de Madagascar é abordada pela singularidade
da sua vida animal, pois destaca-se pela biodiversidade e grande presença
de espécies endêmicas, ou seja, que são exclusivas desta ilha. Chama a
atenção o alto índice de desmatamento local e o fato de as áreas
preservadas estarem localizadas em locais de difícil acesso. Destaque
para os lêmures - primatas não humanóides, o mimetismo de lagartixas e
camaleões no meio da floresta, os gigantescos baobás e a presença da
população humana, muitas vezes retratadas em condições de miséria e
fazendo uso de técnicas primitivas.

Viajando aos Extremos - Alasca: Costa Katmai 4

Viajando aos Extremos - Patagônia: Torres del Paine 3


Patagônia: Torres del Paine -- Este episódio aborda as paisagens e vida
animal de uma área específica da Patagônia, localizada em sua parte
chilena: o parque nacional de Torres del Paine. Destacam-se as torres de
granito que dão nome ao parque e outros elementos da paisagem, como a
floresta de faias, o lago Grey e os icebergs. Dentre os animais são
enfocados o guanaco, a raposa e aves como carcará, gansos e o condor.

Viajando aos Extremos - Alasca: Baía das Geleiras 2


Alasca: baía das geleiras -- São apresentados aspectos das paisagens do
Alasca, priorizando a formação das geleiras e características da fauna e
flora local. Dentre as espécies animais, são retratadas a baleia jubarte,
ursos, leões marinhos, cabritos montanheses e algumas aves. É
problematizada a ameaça à manutenção da vida nesse ambiente, à
formação florestal e ao derretimento das geleiras em razão do aumento do
aquecimento global. 

Viajando aos Extremos - Bolívia: O Altiplano 1


Bolívia: o altiplano -- Neste episódio é destacado o ambiente formado pelos
depósitos de sal no altiplano andino e a vida natural e vegetal que lá se
desenvolveu. São retratadas as paisagens formadas pelo conjunto de
montanhas e lagos de cores intensas, os flamingos e a exploração de sal.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Viajando aos Extremos - Antártica e Ilhas Malvinas

Globo Repórter - Romênia

Globo Repórter - Egito (década de 1970)

O Pistoleiro de Serra Talhada - PARTE 2



Reportagem feita pelo globo repórter em 1977 sobre Vilmar Gaia, o
pistoleiro que se tornou famoso após se envolver numa guerra entre
famílias na cidade de serra talhada, sertão pernambucano.

O Pistoleiro de Serra Talhada - PARTE 1



Reportagem feita pelo globo repórter em 1977 sobre Vilmar Gaia, o
pistoleiro que se tornou famoso após se envolver numa guerra entre
famílias na cidade de serra talhada, sertão pernambucano.

Globo Repórter - Estrada Real



Globo Repórter sobre a Estrada Real - Diamantina - MG e cidades do seu
entorno. São Sebastião do Rio Preto e seu lindo Parque Estadual.

Globo Repórter – Serra Da Mantiqueira



A Mantiqueira tem montanhas que variam de mil a quase três mil metros de
altura e vales belíssimos. Lugar de ar puro e água limpa, que escorre
em cascatas e cachoeiras. É um lugar de florestas penduradas. E no meio
dela, tem uma casa colorida, encantada, onde vive o australiano
Christian Spencer.
São mais de 380 espécies de aves e mais de 120 de
mamíferos espalhados por todo o Parque Nacional do Itatiaia. Inspirados
por essas companhias, Cristian e a mulher Tatiana, que é brasileira,
ganham a vida. Os dois são artistas plásticos e vivem no parque há 15
anos. Christian é também do voluntário do parque. Uma forma de retribuir
a inspiração que recebe do lugar. E por conhecer como poucos esse
pedaço da mata atlântica, Christian ajuda na proteção ambiental e no
trabalho de muitos pesquisadores. Ele filma e fotografa os bichos. E
capta cenas raras, como a dança secreta de acasalamento dos tangarás.
A
equipe do Globo Repórter decide então, acompanhar Christian para
instalar as chamadas ‘armadilhas fotográficas’. Depois de mais de uma
hora de caminhada, ele encontra um lugar que parece perfeito para
instalar a câmera e conseguir imagens fantásticas dos seres da floresta.
Com
o equipamento foi gravado um momento mágico do mundo selvagem. O maior
predador do parque: a temida onça parda, conhecida também por puma ou
leão baio. O macho com cerca de 70 quilos, para e, tranquilo, rola
diante da lente exibindo sua beleza felina. Um espetáculo raro e
inacreditável.
A Serra da Mantiqueira generosamente se divide entre
três estados: Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo. São 500
quilômetros.
Sergio Chapelin leva a repórter Rosane Marchetti para um
passeio de cavalo pela Serra da Mantiqueira. Eles visitam o bairro
rural de Itamonte, onde a comunidade vive da agricultura e produção do
leite. Também visitam a cachoeira da fragaria e seus quase cem metros de
queda d’água.
Globo Repórter – Serra da Mantiqueira, 17/06/2016

Globo Repórter - Café

Globo Repórter – Itália (Viver Na Crise)



É possível passar por uma crise sem perder qualidade de vida?

O
Globo Repórter viaja pela Itália para mostrar como o país enfrentou o
desemprego e os problemas na economia. A falta de dinheiro não mudou o
estilo de vida dos italianos - campeões em saúde e bem estar.

Tudo o que a terra oferece é aproveitado: até o calor que brota das profundezas.

A capital do bem- viver: como uma pequena cidade ganhou fama ensinando a população a comer sem pressa e com muito prazer.

A ilha onde a comida é assada debaixo da terra. E o segredo das receitas - mais simples e baratas.

Os vinhedos que produzem um dos melhores vinhos do mundo.

Quem perdeu o emprego na cidade ganhou qualidade de vida trabalhando na terra e na cozinha.

No mercado do futuro, todas informações na ponta do dedo.

E a cozinha do futuro - sem fogão e sem geladeira - planejada para aproveitar todos os recursos naturais.

Globo Repórter - Uruguay

Globo Repórter - Jamaica



Programa descobre os paraísos desertos na terra de Bob Marley e Usain Bolt, onde o mar é azul de dia e de noite.

Montenegro - Globo Repórter



Parque em Montenegro abriga cânion mais profundo da Europa. Igrejas com
mais de 500 anos flutuam no mar de Montenegro. País tem a sua própria
praia de Copacabana.

Globo Repórter - Deserto do Saara



Globo Repórter desvenda a vida dos nômades do deserto do Saara
Beduínos
e tuaregues que vivem no maior deserto quente do mundo se aventuram
entre duras temperaturas e ventos fortes diariamente.

Deserto de Atacama - O Lugar Mais Seco do Planeta







É o deserto do Atacama, no Chile. Nele, cidades como Iquique e

Antofagasta só vêem chuva forte uma ou duas vezes por século! No

município de Arica, um dos mais secos do deserto, a média de chuvas não

ultrapassa 0,5 milímetro por ano. "Para efeito de comparação, uma

tempestade normal no Rio de Janeiro faz cair 10 milímetros em apenas uma

hora", afirma o engenheiro José Vergara, especialista em meteorologia

da Universidade do Chile. A explicação principal para a aridez do

Atacama é que naquela região é praticamente impossível haver a formação

de nuvens de tempestades. A leste do deserto, os quase 5 mil metros de

altura da cordilheira dos Andes barram a chegada do vapor d’água que vem

da Amazônia.

O Homem e a Natureza - Os Oceanos


A Grande Barreira de Corais

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Capital no século XXI



O capitalismo, sem a devida regulamentação dos estados, não é a solução
para reduzir a desigualdade ampla entre ricos e miseráveis, como
defendido pelos apoiadores do livre mercado. A conclusão, tirada a prova
em quase 800 páginas do best-seller "Capital do século XXI", do
professor de economia de Paris Thomas Piketty, é o tema da próxima
edição do Brasilianas.org, na TV Brasil.

"Esse é um livro que
mudará a maneira pela qual pensamos sobre a sociedade e pela qual
concebemos a economia", decretou o Nobel de 2008 Paul Krugman em artigo
publicado no New York Times defendendo as conclusões de Piketty. O
francês se especializou em desenvolver técnicas estatísticas tidas como
pioneiras para tornar possível o rastreamento e concentração de renda e
de riqueza. Com isso conseguiu, segundo Krugman, revolucionar a
compreensão sobre as tendências da desigualdade em longo prazo. Até
então, as discussões sobre a disparidade econômica não considerava os
muito ricos (1%).

Piketty, conclui que, ao contrário do que se
esperava com a passagem da história, a desigualdade de renda vem
aumentando desde o final das duas grandes guerras para níveis
semelhantes ao final do século XIX, além disso a sociedade está voltando
ao "capitalismo patrimonial", quando as grandes economias eram
concentradas por dinastias. A saída que o autor apresenta para a
desconcentração de renda está na criação de uma "utopia útil", ou seja,
um imposto mundial progressivo a partir de 2% sobre o capital dos mais
ricos.

Para debater o tema o jornalista Luis Nassif recebe o
professor de economia internacional pela UFRJ, Jose Carlos de Assis, o
ex-secretário de Política Econômica, Luiz Gonzaga Belluzzo e o
ex-economista-chefe da Febraban, Roberto Luis Troster.

China

A Riqueza do Narcotráfico



Com o apoio de animações originais e com acesso exclusivo, Mariana van
Zeller explora o estranho e perigoso submundo dos cartéis mexicanos de
drogas - um mundo cheio de surpreendente riqueza e extravagância, e
ainda mais crueldade e violência.

Toda a Verdade - Ártico, A Corrida ao Ouro Branco

Toda a Verdade - Chongqing, A Maior Cidade do Mundo

Toda a Verdade - Micro-Ondas, A Ameaça Invisível

Toda a Verdade - Tibete, Turismo e Ditadura

Toda a Verdade - As Mulheres Guerreiras do Congo

Toda a Verdade - Uganda, Morte aos Homossexuais

Toda a Verdade - Ásia, Trabalho Escravo

Toda a Verdade - Índia - Sempre Coca-Cola

Baia de Alang, o cemitério dos navios - Toda A Verdade



A baía de Alang, na Índia, é o maior cemitério de navios do mundo. É
para lá que a Europa envia os seus barcos, muitas vezes com peças e
material tóxico, prontos para serem desmantelados. Tudo o que provém dos
navios é cortado e revendido à peça: aço, amianto, bóias, objetos
decorativos... Desmanchar um navio na Ásia custa 100 vezes menos do que
na Europa. O Toda a Verdade teve acesso ao local e falou com os
trabalhadores que separaram os despojos dos barcos.

Toda a Verdade - Negociantes de Miséria

Toda a Verdade - Paquistão, Desactivar Bombas Humanas

Toda a Verdade - As Escolas Alcorânicas do Senegal

Os Meninos Talibã - Toda a Verdade